A hipertonia é o aumento anormal do tônus muscular, em que o músculo perde a capacidade de estiramento, podendo resultar em aumento da rigidez devido à sinalização constante de contração muscular.

Essa situação acontece principalmente devido a lesões nervosas que pode acontecer como consequência da doença de Parkinson, lesões na medula espinhal, doenças metabólicas e paralisia cerebral, que é a principal causa de hipertonia nas crianças. Ela pode ser classificada como elástica ou plástica.

A hipertonia elástica está relacionada à espasticidade. Um exemplo de quadro clínico relacionado à hipertonia elástica é o AVC. Já nos casos de hipertonia plástica existe uma certa rigidez muscular, mas que consegue se moldar ao alongamento. A doença de Parkinson é um exemplo de quadro clínico de hipertonia plástica.

#

No responses yet

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.